logo

Termo(s) de pesquisa:
OR_Maria Luiza Guarnieri Atik []
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: SIQUEIRA, Graciene Silva de

Título: Na natureza selvagem: uma análise dos procedimentos da adaptação do livro-reportagem para o cinema e de suas relações transtextuais

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Grau: Doutorado

Data de defesa: 23.08.2018

AutorSIQUEIRA, Graciene Silva de
TítuloNa natureza selvagem: uma análise dos procedimentos da adaptação do livro-reportagem para o cinema e de suas relações transtextuais
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie - Centro de Comunicações e Letras, São Paulo
GrauDoutorado
Data de entrega2018
Data de defesa23.08.2018
Descrição físicav.1; 195 f.
DisponibilidadeBiblioteca UMackenzie
Fontetede.mackenzie.br
ResumoEsta tese propõe uma análise da adaptação do livro-reportagem Into the Wild (Na natureza selvagem), de Jon Krakauer, em um filme homônimo dirigido por Sean Penn. O livro narra a história de Christopher Johnson McCandless, um jovem americano de classe média que abandonou a família e uma vida privilegiada para viver como andarilho. O objetivo deste trabalho é, primeiramente, identificar os procedimentos transformacionais adotados pelo diretor a fim de recriar a história e a trajetória de Christopher Johnson McCandless para o cinema. Em segundo lugar, examinar o processo de adaptação da obra de Jon Kraukauer para uma mídia audiovisual, tendo como fundamentação teórica os estudos de Gérard Genette sobre transtextualidade, expostos em sua obra Palimpsestes: la littérature au second degré (1982). Genette identifica cinco tipos de relações entre textos: intertextualidade, paratextualidade, metatextualidade, arquitextualidade e hipertextualidade.[...]
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



2 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: MISSIAGGIA, Mariana Serrain

Título: Alice in wonderland: de Lewis Carroll a Tim Burton

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituição/Programa: - Programa de Pós-Graduação em Letras

Grau: Mestrado

Data de defesa: 2012

AutorMISSIAGGIA, Mariana Serrain
TítuloAlice in wonderland: de Lewis Carroll a Tim Burton
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Letras
GrauMestrado
Data de entrega2012
Data de defesa2012
Descrição físicav.1; 106 f.
DisponibilidadeBiblioteca UMackenzie
Fontepergamum.mackenzie.br
ResumoEsta pesquisa tem como objetivo demonstrar a complementação entre imagem e escrita, como um fator combinatório na construção de sentido a partir de uma obra ilustrada. Envolvendo múltiplos aspectos para o desenvolvimento deste estudo, tais como os indícios que reforçam a caracterização (ou mudança) da personagem, configuração discursiva do personagem e referências contextuais. Para exemplificar essa abordagem o filme Alice in Wonderland (2010) de Tim Burton baseado na obra Alice´s Adventures in Wonderland (1865) e Alice Through the Looking Glass and What Alice Found There (1871) de Lewis Carroll. Para tanto utiliza-se como referencial teórico Todorov e Comparato unindo diferentes sistemas signícos, no caso cinema e livro. A partir dessa pesquisa define-se que a coerência intersemiótica entre as linguagens proporciona vida e realidade à obra de cunho textual e reforça o texto escrito, uma vez que a história inicial, ou seja, o corpus deste estudo resultou na adaptação do plano textual para o visual.



3 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: BATISTA, Fernanda Cristina Araújo

Título: Lolita de Ramsdale x Lolitas de Hollywood: uma análise do romance de Vladimir Nobokov e das adaptações fílmicas de Stanley Kubrick e Adrian Lyne

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituição/Programa: Departamento de Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras

Grau: Mestrado

Data de defesa: 12.08.2010

AutorBATISTA, Fernanda Cristina Araújo
TítuloLolita de Ramsdale x Lolitas de Hollywood: uma análise do romance de Vladimir Nobokov e das adaptações fílmicas de Stanley Kubrick e Adrian Lyne
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie - Departamento de Letras, São Paulo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Letras
GrauMestrado
Data de entrega2010
Data de defesa12.08.2010
Descrição físicav.1; 168 f.; ilustrado com 20 imagens.
DisponibilidadeBiblioteca UMackenzie
Fontetede.mackenzie.br
ResumoEsta dissertação analisará a relação entre o romance Lolita (1955), de Vladimir Nabokov, e as adaptações fílmicas, de Stanley Kubrick, de 1962, e de Adrian Lyne, de 1997. Tendo por base a teoria da semiótica de linha francesa, também conhecida como semiótica greimasiana, para tratar dos efeitos de sentido gerados pelos diferentes papéis actanciais que o narrador Humbert Humbert assume no romance e das estratégias utilizadas no discurso fílmico a fim de criar os mesmos efeitos e reverenciar a obra de base em determinadas sequências ou, pelo contrário, com o objetivo de criar efeitos diferentes como forma de revisar o texto de origem em alguns aspectos, adequando-o ao público-alvo da produção fílmica, cujo perfil é diferente devido à época em que viveram e às expectativas que tinham a respeito do modo como os filmes tratariam o tema polêmico do romance.
ObservaçãoDois anexos (p.160-8).
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



4 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: BEZERRA, Sílvia de Paula

Título: O invasor: do roteiro ao romance

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituição/Programa: Departamento de Letras - Mestrado em Letras

Grau: Mestrado

Data de defesa: 13.02.2009

AutorBEZERRA, Sílvia de Paula
TítuloO invasor: do roteiro ao romance
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie - Departamento de Letras, São Paulo
Instituição/ProgramaMestrado em Letras
GrauMestrado
Data de entrega2008
Data de defesa13.02.2009
Descrição físicav.1; 94 f.
DisponibilidadeBiblioteca George Alexsander
Fontecapes.gov.br / tede.mackenzie.br
ResumoNeste trabalho, abordamos o romance e o filme policial O Invasor, destacando uma parceria de sucesso entre o romancista Marçal Aquino e o cineasta e diretor Beto Brant. O caminho entre romance, roteiro e filme foi transcorrido de forma diferente do habitual, pois Aquino finalizou a escrita do romance em 2002 após o lançamento do filme que ocorreu em 2001. Temos como objetivo principal do estudo em questão mostrar como as personagens Ivan, Anísio e Giba/Alaor são construídas no romance e no filme. Para tanto, o presente trabalho foi divido em três partes. Primeiramente, abordamos a questão das personagens no romance e no roteiro cinematográfico e as relações que lhe conferem verossimilhança. Depois tratamos da construção da personagem no cinema e do foco narrativo que, em um filme, é definido pela câmera e seus movimentos. Apresentamos também diversos aspectos da narrativa fílmica, identificando aqueles que possuem maior destaque para o desenvolvimento da história. Por fim, discorremos sobre as principais características do romance e do filme policial, bem como a relação entre literatura e cinema policial no Brasil. Quanto ao romance e ao filme policial noir, destacamos suas origens, influências e aspectos mais relevantes para situarmos o romance escrito por Marçal Aquino.
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



5 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: TAAMY, Cláuia Rodrigues Dias

Título: Lisbela e o prisioneiro: do palco à tela

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Grau: Mestrado

Data de defesa: 01.08.2005

AutorTAAMY, Cláuia Rodrigues Dias
TítuloLisbela e o prisioneiro: do palco à tela
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie - Faculdade de Letras, São Paulo
GrauMestrado
Data de entrega2005
Data de defesa01.08.2005
Descrição físicav.1; 167 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central Mackenzie
Fontecapes.gov.br; mackenzie.br
ResumoA presente pesquisa tem por base a análise intersemiótica entre as obras Lisbela e o prisioneiro, peça teatral de Osman Lins (1963), e o filme homônimo de Guel Arraes (2003), enfocando como os elementos do texto teatral se transportam para o texto fílmico. Serão destacados os níveis estruturais da narrativa fílmica e dramática - personagem, tempo, espaço e focalização -, os quais mesmo sob sistemas de mídias distintos, possibilitam estabelecer uma intersecção entre as linguagens, marcadas por interatividade, intertextualidade e dialogismo, resultando assim em um texto recriado, que não perde sua proposta inicial.



6 / 6
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: FURNIEL, Fernanda

Título: Policarpo e Juarez: duas trajetórias nacionalistas - de Triste Fim a Tudo bem

Orientador: Maria Luiza Guarnieri Atik

Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituição/Programa: - Mestrado em Letras

Grau: Mestrado

Data de defesa: 14.02.2006

AutorFURNIEL, Fernanda
TítuloPolicarpo e Juarez: duas trajetórias nacionalistas - de Triste Fim a Tudo bem
OrientadorMaria Luiza Guarnieri Atik
UniversidadeUniversidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo
Instituição/ProgramaMestrado em Letras
GrauMestrado
Data de entrega2006
Data de defesa14.02.2006
Descrição físicav.1; 168 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central Mackenzie
Fontecapes.gov.br / tede.mackenzie.br
ResumoA partir do estudo das obras Triste fim de Policarpo Quaresma (1915) e Tudo bem (1978), situadas em campos sígnicos distintos o literário e o fílmico, buscaremos estabelecer semelhanças e diferenças, um diálogo entre as personagens principais Policarpo Quaresma e Juarez Ramos Barata que revelam ricas e conflitantes trajetórias nacionalistas. Para tanto enfocaremos Lima Barreto e sua obra literária, o cinema como sétima arte, o movimento Cinema Novo, Arnaldo Jabor e suas obras. Ao buscar um diálogo entre os dois campos, o literário e o fílmico, analisaremos as duas narrativas e as personagens de ficção. Apoiando-nos nos estudos bakhtinianos principalmente no que diz respeito à ideologia na linguagem, à política e à carnavalização.
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
Pesquisar (apenas um termo por linha):
no campo:
 
1     
2   
3