logo

Termo(s) de pesquisa:
OR_Luiz Paulo de Carvalho Piassi []
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 4
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: ANDRADE, Maria Estela Silva

Título: O ensaio desenvolvimentista no cinema brasileiro de ficção científica

Orientador: Luiz Paulo de Carvalho Piassi

Universidade: Universidade de São Paulo

Instituição/Programa: Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais

Grau: Mestrado

Data de defesa: 31.05.2019

AutorANDRADE, Maria Estela Silva
TítuloO ensaio desenvolvimentista no cinema brasileiro de ficção científica
OrientadorLuiz Paulo de Carvalho Piassi
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades, São Paulo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Estudos Culturais
GrauMestrado
Data de entrega2019
Data de defesa31.05.2019
Descrição físicav.1; 90 f.; ilustrado com 17 imagens e 3 quadros.
DisponibilidadeBiblioteca EACH
Fonteteses.usp.br
Resumo[...] Tendo em vista que a cultura da mídia influencia e é influenciada por aspectos sociais, dentre eles a política institucional, e que a ficção científica é um gênero que narrativo que mobiliza a percepção das mais diversas características sociais, analisamos como o cinema brasileiro de ficção científica absorveu e propagou o mito do país do futuro durante os anos de governo do Partido dos Trabalhadores. Para isso, selecionamos dois filmes do período com formas de produção e distribuição distintas, são eles: O Homem do Futuro (TORRES, 2011) e Branco Sai, Preto Fica (QUEIRÓS, 2014). Ademais, nos valemos da semiótica de Greimas e dos Estudos Culturais como métodos de análise do material selecionado. Por fim, chegamos a um resultado que indica que os filmes têm visões opostas acerca do mito em questão, e que essas são influenciadas por abordagens distintas acerca da interação entre raça e classe social
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



2 / 4
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: DUARTE, Luciana Teixeira

Título: Medo e alteridade no cinema de ficção científica: uma análise a partir dos filmes O Planeta dos macacos e Alien - O oitavo passageiro

Orientador: Luiz Paulo de Carvalho Piassi

Universidade: Universidade de São Paulo

Grau: Mestrado

Data de defesa: 13.11.2018

AutorDUARTE, Luciana Teixeira
TítuloMedo e alteridade no cinema de ficção científica: uma análise a partir dos filmes O Planeta dos macacos e Alien - O oitavo passageiro
OrientadorLuiz Paulo de Carvalho Piassi
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades, São Paulo
GrauMestrado
Data de entrega2018
Data de defesa13.11.2018
Descrição físicav.1; 94 f.; ilustrado com 16 imagens
Fonteteses.usp.br
ResumoO medo é sinônimo da incerteza, da ignorância frente ao desconhecido. E, assim como argumentado por Bauman (2008), a escuridão não é a causa do perigo, mas é o habitat natural da incerteza - e, portanto, do medo. Na sociedade há inseguranças em praticamente todas as instâncias da vida e o sujeito vivencia o medo constante. Como reflexo dessa sociedade globalizada, baseada na privatização e desregulamentação, a cultura da mídia por vezes figurativiza, representa o tema do medo (de desastres naturais, doenças, desemprego, terrorismo) à imagem de monstros fantásticos, ou contrafactuais. São seres que confrontam nossa identidade e ameaçam a estabilidade social. Ao misturar a fantasia a elementos reais (promovidos pela ciência) o gênero da ficção científica utiliza um cenário futuro para levantar questionamentos sobre a sociedade atual e as relações entre o eu e o outro. A partir dessa discussão, neste estudo utilizamos o universo ficcional de dois filmes que fazem sucesso há mais de quatro décadas unindo terror e ficção científica, para, a partir deles, agrupar teorias e referenciais que possibilitem problematizar a alteridade no gênero da ficção científica e compreender como ela reflete os medos e as ansiedades. Os filmes O planeta dos macacos (1968) e Alien - o oitavo passageiro (1979) foram analisados pela perspectiva de autoras e autores dos Estudos Culturais, como Fredric Jameson, Douglas Kellner e Stuart Hall, além da metodologia de análise fílmica e da semiótica greimasiana. [...]
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



3 / 4
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: VIZACHRI, Tânia Regina

Título: Animais humanos ou humanos animais? Um estudo sobre a representação dos animais antropoformizados

Orientador: Luiz Paulo de Carvalho Piassi

Universidade: Universidade de São Paulo

Instituição/Programa: Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais

Grau: Mestrado

Data de defesa: 07.10.2014

AutorVIZACHRI, Tânia Regina
TítuloAnimais humanos ou humanos animais? Um estudo sobre a representação dos animais antropoformizados
OrientadorLuiz Paulo de Carvalho Piassi
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades, São Paulo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Estudos Culturais
GrauMestrado
Data de entrega2014
Data de defesa07.10.2014
Descrição físicav.1; 138 f.; Ilustrado com 25 imagens de filmes e outras.
DisponibilidadeBiblioteca EACH
Fontesibiusp
ResumoAtualmente as animações, antes destinadas somente ao público infantil, são sucesso de público inclusive entre adultos. Esses desenhos modernos têm atraído pela tecnologia, pela criatividade e pela mensagem que desejam passar. Crianças e até mesmo adultos são influenciados no imaginário por essas tramas. Raras são as animações que não utilizam animais como personagens principais que interagem com humanos ou que substituem completamente os próprios humanos. Nelas os animais são aproximados dos humanos tanto que até ganham voz e podem ser compreendidos por todos quanto aos seus interesses que, em algumas vezes, são mostrados de forma semelhante ao dos humanos. Adultos costumam compreender essas representações de animais como metáforas de nossas sociedades humanas. Então, nós podemos nos perguntar: antropomorfizar é eticamente correto? O que isso diz sobre nossa cultura? E sobre nossa relação com os animais? Tal dissertação objetiva investigar o que a representação desses animais antropomorfizados diz a respeito de nossa cultura, especialmente sobre o modo como vemos e lidamos com os animais.
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



4 / 4
Selecionar
Imprimir
Clique para ver +

Autor: SANTOS, Caynaã de Camargo

Título: O vilão desviante: ideologia e heteronormatividade em filmes de animação longa-metragem dos Estúdios Disney

Orientador: Luiz Paulo de Carvalho Piassi

Universidade: Universidade de São Paulo

Grau: Mestrado

Data de defesa: 24.08.2015

AutorSANTOS, Caynaã de Camargo
TítuloO vilão desviante: ideologia e heteronormatividade em filmes de animação longa-metragem dos Estúdios Disney
OrientadorLuiz Paulo de Carvalho Piassi
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Escola de Artes, Ciências e Humanidades, São Paulo, 2015
GrauMestrado
Data de entrega2015
Data de defesa24.08.2015
Descrição físicav.1; 130 f.
DisponibilidadeBiblioteca EACH
ResumoA relevância das animações infantis no processo de ensinar papéis específicos, valores e ideais é amplamente reconhecida pelos estudiosos da cultura. O presente trabalho tem como objetivo central desvelar e analisar criticamente a sutil estratégia discursiva presente em alguns destes artefatos midiáticos endereçados prioritariamente às crianças, que consiste em reiterar o status de normalidade das formas de identificação por gênero hegemônicas a partir da atribuição de teor de negatividade a identidades desviantes em relação às normativas sócio-historicamente constituídas de "masculinidade" e "feminilidade". Para tanto, lançamos mão da semiótica greimasiana, de modo a analisar a presença de elementos de transgressão dos papéis de gênero concebidos como "naturais" nas representações dos vilões Úrsula, Jafar e Scar, das animações Disney A Pequena Sereia (1989), Aladdin (1992) e O Rei Leão (1994), respectivamente. [...]
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar

Conteúdo eletrônico



página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
Pesquisar (apenas um termo por linha):
no campo:
 
1     
2   
3