logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20200317034817
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorPARGA, Eduardo Antonio Lucas
TítuloA imagem da nação: cinema e identidade cultural no Brasil (1960-1990)
OrientadorOrlando de Barros
UniversidadeUniversidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Rio de Janeiro
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em História
Abragência do estudo1960-1990
GrauDoutorado
Data de entrega2008
Data de defesa01.12.2008
Descrição físicav.1; 306 f.
DisponibilidadeBiblioteca UERJ-CCS-A
Fontebdtd.uerj.br
ResumoO presente estudo se propõe a uma análise que parte do Cinema Novo, no início dos anos 1960, atravessando todo o período da Ditadura Militar até chegar a extinção da Embrafilme (1990), no governo Collor (1990-1992), procurando compreender como o campo cinematográfico constituiu uma arena de representações de imagens em movimento, disputada por agentes sociais pela obtenção da produção hegemônica das imagens cinematográficas da nação. De um lado, o Cinema Novo, com uma perspectiva cultural nacionalista, e de outro, a política cultural governamental do Estado autoritário, promotor de uma modernização econômica, e entre elas, outros agentes cinematográficos (exibidores, distribuidores, Embrafilme, Cinema Marginal, pornochanchada, filmes estrangeiros entre outros) interagindo na luta pelo predomínio no processo de produção de filmes que construiam a identidade nacional no campo cinematográfico. Entremeada de contradições, envolvendo concepções sobre cultura popular e cultura de massa, a produção cinematográfica brasileira expressava o conjunto dos projetos em disputa considerando a questão nacional e a cultura popular. O resultado foi uma rica diversidade cinematográfica.
Acesso eletrônicoONLINE - http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1140




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)