logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20200228040116
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorBELOTTE, Fábio Lucas
TítuloA animação no documentário: uma frágil fronteira entre sonho e realidade
OrientadorLeonardo Álvares Vidigal
UniversidadeUniversidade Federal de Minas Gerais - Escola de Belas Artes, Belo Horizonte
GrauMestrado
Data de entrega2015
Data de defesa12.08.2015
Descrição físicav.1; 159 f.; Ilustrado com reproduçoes de animações.
DisponibilidadeBiblioteca EBA
Fontebibliotecadigital.ufmg.br
ResumoA linha que separa sonho e realidade é tênue; afinal, quanto há de realidade em um sonho e quanto há de sonho na realidade? Da mesma forma é a linha que separa animação e documentário. Estruturas narrativas opostas, de acordo com teorias mais tradicionalistas, mantêm a fantasia da imagem animada, dissociada da verdade inconteste oferecida pelo registro em live-action. No entanto, a história do cinema indica que a associação entre animação e documentário nasceu no início do século passado. Quando a imagem em movimento ainda dava seus primeiros passos, a técnica de animação era valorizada por possuir características únicas que se somavam a diferentes estruturas narrativas. E mesmo em períodos em que haviam inúmeras limitações técnicas, os animadores podiam dispor de sua subjetividade natural e contar uma história pautada na realidade, utilizando o poder da imagem para narrar fatos conhecidos somente na cultura oral, transmitir mensagens políticas e sociais, além de ensinar conteúdos. Essa pesquisa examina os efeitos da imagem animada na narrativa documental, de modo a percorrer temas importantes que instigam o debate do documentário enquanto modelo de legitimação da verdade, e a animação como precursor de mensagens intangíveis, que estão além da representação através da imagem fotográfica e da verossimilhança com a realidade.
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)