logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20200125043545
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorSILVA, Valquíria Lima da
TítuloA construção do personagem criminoso na literatura e no cinema: Cidade de Deus, Capão do pecado e Ônibus 174
OrientadorRachel Esteves de Lima
UniversidadeUniversidade Federal da Bahia - Instituto de Letras, Salvador
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Literatura e Cultura
GrauDoutorado
Data de entrega2014
Data de defesa2014
Descrição físicav.1; 169 f.; ilustrado com 45 imagens
DisponibilidadeBiblioteca Central Ufba
Fonterepositorio.ufba.br
ResumoEste estudo possui como tema o criminoso, a partir da figuração de personagens criados pela literatura e pelo cinema, no fim do século XX e início do século XXI, mais especificamente entre os anos de 1997 e 2002. Embasam esta reflexão as perspectivas teóricas da “dizivisibilidade” (ALBUQUERQUE, 2001) e do “direito à narrativa” (BHABHA, 2003) que os grupos minoritários têm buscado na contemporaneidade. Como corpus de análise, selecionamos quatro personagens bastante discutidos e visibilizados nos ambientes da comunicação e da cultura, e que alcançaram um grande público nesse período: Zé Pequeno (Cidade de Deus, 1997, Paulo Lins), Rael (Capão Pecado, 2000, Ferréz), Zé Pequeno (Cidade de Deus, 2002, Fernando Meirelles) e Sandro (Ônibus 174, 2002, José Padilha). Todos têm em comum o fato de, hoje, serem conhecidos do grande público e de serem criminosos considerados “irreparáveis”. Interessa-nos, então, entender como esses personagens foram construídos, de modo a reiterar ou rasurar o estereótipo do “sujeito hediondo”, já implantado no imaginário por outros discursos da cultura e da política brasileira. Para fazê-lo, chamamos também à baila outras produções discursivas, como músicas, fotografias, trechos de jornais, textos de blogs e redes sociais, para entrever esses sujeitos na teia de suas ramificações narrativas.
Acesso eletrônicoONLINE - https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27990




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)