logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20200125042239
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorMOURA, Alexssandro Ribeiro
TítuloAproximações entre cinema e poesia: Glauber Rocha e Manoel de Barros
OrientadorJorge Alves Santana
UniversidadeUniversidade Federal de Goiás - Faculdade de Letras, Goiânia
GrauDoutorado
Data de entrega2013
Data de defesa13.06.2013
Descrição físicav.1; 196 f.; Ilustrado.
DisponibilidadeBiblioteca Central UFG
Fonterepositorio.bc.ufg.br
ResumoEste trabalho é composto por uma análise de poesia e cinema. As obras do poeta Manoel de Barros e do cineasta Glauber Rocha são lidas, de modo crítico, com apoio em teorias da literatura comparada, dos estudos culturais, da semiótica, da linguística, da crítica e teoria literária e da crítica e teoria cinematográfica. Nosso objetivo é refletir sobre a obra de arte na contemporaneidade e suas influências e transformações sofridas nos séculos XX e XXI. Para isso, utilizamos o acervo dos dois autores mencionados porque este método nos permite observar o trânsito fluente e o diálogo mútuo entre criação literária e criação cinematográfica, aproximando elementos estéticos, estruturais, temáticos e estilísticos, sem a subordinação de um campo artístico ao outro. Na poética de Manoel de Barros, analisamos os seguintes livros: Poemas concebidos sem pecado (1937), Compêndio para uso de pássaros (1960), O livro de pré-coisas (1985), Concerto aberto para solos de ave (1991), Ensaios Fotográficos (2000) e Menino do Mato (2010). Na poética glauberiana nos detivemos nos seguintes filmes: Barravento (1961), Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964) e Terra em Transe (1967). A escolha dessas obras específicas de cada autor foi feita à luz de um recorte epistemológico que visa investigar a transformação da verve criativa dos dois artistas ao longo da trajetória de cada um deles em seu campo de atuação. [...]
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)