logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20200121033851
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorASSAF, Flávia Celeste Martini
TítuloBoi de prata: política e cultura na estreia do sertão do seridó no cinema terceiro-mundista brasileiro (1970-1980)
OrientadorFrancisco das Chagas Fernandes Santiago
UniversidadeUniversidade Federal do Rio Grande do Norte - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Natal
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em História
GrauMestrado
Data de entrega2017
Data de defesa2017
Descrição físicav.1; 150 f.
DisponibilidadeBiblioteca UFRN
Fonterepositorio.ufrn.br
ResumoEste estudo analisa as muitas faces da primeira representação cinematográfica do Seridó e sua relação com a cultura política do cinema brasileiro. Na virada do ano de 1978 para 1979, era filmado na cidade de Caicó – RN o longa metragem intitulado Boi de Prata, que fez parte da primeira leva de filmes realizados através da política de regionalização da produção da recém-criada estatal de cinema Embrafilme. Ao realizar a película sobre e no sertão do Seridó, seu lugar de origem, o diretor e roteirista Carlos Augusto Ribeiro Jr. elaborou a construção discursiva imagética sobre o sertão seridoense e o Brasil como territórios do Terceiro Mundo, colocando-a como a alternativa na disputa entre a produção espacial de matriz conservadora-regionalista e a de matriz progressista-marxista. Vamos mostrar que o diretor atuou dentro da tradição do cinema brasileiro, que é a de contribuir para a formação da identidade regional e nacional, ao fazer uso de tópicos da cultura popular como a religião, as lendas, a música, a dança e a literatura oral.
Acesso eletrônicoONLINE - https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25821




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)