logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20191231031103
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorGROSSI, Elvair
TítuloAntropofagia, intertextualidade e carnavalização na tradução do texto literário para o cinema em Vidas secas, Macunaíma e Auto da compadecida
OrientadorAmálio Pinheiro
UniversidadePontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica
GrauDoutorado
Data de entrega2013
Data de defesa20.05.2013
Descrição físicav.1; 324 f.; Ilustrado com fotos dos filmes analisados.
DisponibilidadeBiblioteca Central PUCSP
Fontetede.pucsp.br
ResumoO presente trabalho procura investigar e analisar os filmes: Vidas Secas (1963), de Nelson Pereira dos Santos; Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade, e Auto da Compadecida (2000), de Guel Arraes, baseados em narrativas literárias. Nossa discussão abordará elementos presentes no processo de formação e organização da cultura brasileira, tais como a antropofagia, a intertextualidade e a carnavalização. Para tal, iremos nos valer dos conceitos de escritura, dialogismo e carnavalização, fundamentados em Bakhtin e seu círculo; do conceito de intertextualidade, da relação entre o"eu" e o "outro", a partir dos trabalhos de Bakhtin e Kristeva; e do conceito de antropofagia, conforme elaborado por Oswald de Andrade. [...] Nesse intuito, apresentando o cinema como texto fílmico, como um tecido da mídia estruturado por complexas linhas discursivas, será organizado um corpus a partir de três filmes brasileiros, dos quais abordaremos, na linha de Metz e Bellour, as estruturas de montagem da enunciação cinematográfica, o enquadramento e a linearidade, que permitem a organização e entendimento da narrativa do texto fílmico e, nesse, a conversão para o literário. Já no campo da estética, da montagem e das metáforas visuais, buscamos os teóricos Eisenstein e Bazin, pois entendemos que, nos textos fílmicos (cinema brasileiro), na sua interação com os romances literários, as estratégias linguísticas (signos verbais) e as estratégias visuais (signos não verbais) permitirão experienciar a formação de nossa cultura, levando em consideração seus sistemas de signos.
Acesso eletrônicoONLINE - Clique para acessar




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)