logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20191215031239
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorOLIVEIRA, Relivaldo Pinho de
TítuloAntropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia
OrientadorErnani Pinheiro Chaves
UniversidadeUniversidade Federal do Pará, Belém
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Ciências Sociais
GrauDoutorado
Data de entrega2011
Data de defesa25.04.2011
Descrição físicav.1; 214 f.; Ilustrado.
DisponibilidadeBiblioteca Central UFPa
Fontecapes.gov.br / ppgcs.ufpa.br/arquivos/teses
PublicaçãoPINHO, Relivaldo. Antropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia. Belém, Udufpa, 2015.
NotasAnexos com material de imprensa e fotos de capas de livros (p.208-14).
ResumoEste trabalho estuda a literatura e o cinema da Amazônia - nomeadamente os livros Belém do Grão Pará, de Dalcídio Jurandir; Altar em chamas, de João de Jesus Paes Loureiro; Os Éguas, de Edyr Augusto e os filmes Um dia qualquer, de Líbero Luxardo; Ver-o-Peso, de Januário Guedes Peter Roland e Sônia Freitas; e Dias, de Fernando Segtowick -, através dos conceitos de Experiência e Estética de Clifford Geertz e Walter Benjamin. As obras são analisadas enfocando os aspectos históricos e sociais, fundamentalmente os relacionados à cidade de Belém do Pará, que elas evocam e a relação que suas estéticas mantêm com esses aspectos. Utiliza-se a metodologia do ensaio como forma de apresentar as argumentações com o objetivo de expor as obras e seus contextos nas relações que possuem. Atesta-se que as Estéticas das obras nas suas formas técnicas, suas narrativas, linguagens, se ligam às Experiências de cada contexto nos modos como eles se apresentam na forma de discursos, estéticas, aspectos históricos, sócio-econômicos e características, temáticas, mais universais, como modernidade e contemporaneidade. O cerne comum das narrativas estudadas é a perda da Experiência em uma realidade na qual essa Experiência, por vários aspectos, se tornou ameaçada, instável, inexistente, trágica, sem sentido.
ObservaçãoTambém aparece com 202 p e defendido em março de 2011.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)