logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20191106031651
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorCOELHO, Lúcia Aparecida Martins Campos
TítuloA dança nas lavouras de Nassar e Carvalho
OrientadorMaria de Lourdes Abreu de Oliveira
UniversidadeCentro de Ensino Superior de Juiz de Fora, Juiz de Fora
Instituição/ProgramaMestrado em Letras
GrauMestrado
Data de entrega2009
Data de defesa01.12.2009
Descrição físicav.1; 85 f.
DisponibilidadeBiblioteca CESJF
Fontecapes.gov.br / bib.svdesdeva.com.br
ResumoEsta dissertação apresenta algumas reflexões e análises acerca da representação da dança no romance Lavoura arcaica, de Raduan Nassar e no filme LavourArcaica, de Luiz Fernando Carvalho. Para tanto, foram analisadas as manifestações dançantes tanto na obra literária de Nassar, quanto na obra cinematográfica de Carvalho. Tais análises foram feitas a partir de estudos sobre os aspectos religiosos, sociais e culturais que contribuíram para a construção histórica do corpo, bem como estudos sobre a história da dança e do movimento humano, segundo Rudolf Von Laban. Ao final desta pesquisa, foi possível concluir que na obra cinematográfica foi mantida toda a poesia e lirismo presentes na obra literária, concluindo também que a dança apresentada nas obras de Nassar e Carvalho é o Dabke, uma dança típica do folclore libanês. Verificou-se também que Ana, personagem que não verbaliza em momento algum no decorrer das narrativas, apresenta um discurso corporal diferenciado dos demais personagens. Tanto no romance, quanto no filme, as danças acontecem em dois momentos. No primeiro deles, os movimentos de Ana são essencialmente flexíveis, leves, sustentados e livres. Já no segundo momento, sofrem considerável alteração, tornando-se mais diretos, firmes, súbitos e controlados. Ana expressa em sua primeira dança, alegria, união, sensualidade e aceitação e, em sua segunda e última dança, angústia, dissolução, erotismo e revolta, enfim, transgressão e ruptura. Sendo assim, percebe-se que Ana faz da sua dança o seu verbo! Ana diz com o corpo o que a palavra cala.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)