logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20191106030921
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorLINS, Laikui Cardoso
TítuloA recepção de Terra em transe: ontem e hoje
OrientadorFrancisco Ferreira de Lima
UniversidadeUniversidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Literatura e Diversidade Cultural
GrauMestrado
Data de entrega2009
Data de defesa01.08.2009
Descrição físicav.1; 157 f.
DisponibilidadeBiblioteca Julieta Carteado
Fontecapes.gov.br / uefs.br
ResumoTerra em transe (1967), filme representativo do Cinema Novo e dirigido pelo cineasta baiano Glauber Rocha, é a película que serve de percurso para investigar o processo interativo próprio à relação estabelecida entre o espectador no contato com a obra fílmica. A partir de duas abordagens fundamentais: o estudo bibliográfico e a pesquisa etnográfica, este texto busca evidenciar o espectador em fases distintas no contato com o referido filme. A primeira põe em discussão o contexto sóciohistórico- político em que o filme foi produzido e lançado tanto no Brasil como internacionalmente. Questões como o projeto político-estético do Cinema Novo, a censura e a repercussão do filme na década de 1960, constituem-se como uma das fases que se busca evidenciar. A segunda leva em consideração o espectador atual e como ele interage com o filme nos dias de hoje, 4 décadas depois de lançado. Para tanto, a pesquisa empírica e a metodologia de grupos focais é que dão base para entender como um filme tantos anos longe dos espectadores de hoje pode ser compreendido na atualidade. Os Estudos Culturais e teoria da espectatorialidade cinematográfica servem, assim, como lastro teórico no empreendimento desta tarefa, que essencialmente busca contribuir para a ampliação do olhar incidido sobre os estudos em cinema no Brasil, os quais historicamente vêm privilegiando o movimento cinemanovista.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)