logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20191102031922
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorBORGES, Augusto Carvalho
TítuloAs bordas de um vazio: imagem e memória na obra de Ozualdo Candeias (1967-1971)
OrientadorHeloísa Maria Murgel Starling
UniversidadeUniversidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte
Instituição/ProgramaMestrado em História
Abragência do estudo1967-1971
GrauMestrado
Data de entrega2009
Data de defesa01.06.2009
Descrição físicav.1; 180 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central UFMG
Fontecatalodeteses.capes.gov.br
ResumoO atual trabalho aposta na tentativa de compreensão dos modos de operação cinematográfica dos filmes de Ozualdo Candeias tendo como objetivo enxergá-los enquanto um modo de atuação política em meio ao processo modernizador brasileiro dos anos 1970. Optamos por trabalhar com suas obras iniciais, A margem (1967), O acordo (1968), Meu nome é Tonho (1970) e A herança (1970) uma vez que, sendo o mundo rural brasileiro o tema central destes filmes, neles são ainda mais evidentes as formulações do cineasta sobre as configurações de uma experiência marginal da modernidade. Tentando ainda cobrir um lacuna na historiografia do cinema brasileiro, o atual trabalho pretende contribuir com a memória da obra de Candeias. Representante do que se entende comumente como o Cinema da Boca do Lixo, Candeias foi um dos pioneiros das produções no lugar, tendo atuando no cinema por lá durante décadas. Compreender a sua história e as relações que se criaram em torno dos seus filme será ainda compreender um pouco da história do cinema brasileiro da época.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)