logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20190924031128
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorGRAZZIOTIN, Francine Zanchet
TítuloA Casa de Cinema de Porto Alegre: o cinema geracional
OrientadorLuiz Carlos Tau Golin
UniversidadeUniversidade de Passo Fundo, Passo Fundo
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em História
GrauMestrado
Data de entrega2006
Data de defesa01.05.2006
Descrição físicav.1; 143 f.; Ilustrado com 42 imagens.
DisponibilidadeBiblioteca UPF
Fontecapes.gov.br / tede.upf.br
ResumoEste trabalho pretende mostrar a criação e consolidação da Casa de Cinema de Porto Alegre como centro produtor de cinema fora do eixo Rio-São Paulo. Baseado em entrevistas com integrantes das várias fases e pesquisa bibliográfica, reconstitui a história da Casa e discute-se os filmes de curta-metragem lançados por eles e os filmes de longa-metragem: Tolerância, Houve uma vez dois verões, O Homem que copiava e Meu tio matou um cara. O início da Casa de Cinema se deu na forma de cooperativa em um dos períodos mais conturbados da cinematografia brasileira, no final da década de 1980, com o sucateamento da Embrafilme (Empresa Brasileira de Filmes) e sua extinção de fato e de direito, com o então presidente da República Fernando Collor de Mello, em 12 de abril de 1990. Por volta de 1992, a Casa deixa de ser uma cooperativa para assumir a forma jurídica de uma empresa produtora de cinema, com seis sócios, como se apresenta até hoje. No que tange à produção em longa-metragem, será realizada uma ligação com a realidade evidenciando o enredo, a estética, o perfil dos personagens principais e a época histórica, em que se pretende estabelecer uma comparação entre a ficção e a realidade.
ObservaçãoAnexo (p.136-44).
Acesso eletrônicoONLINE - http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/140




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)