logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20190519043905
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorTÁPIA, Daniel
TítuloA orquestra sinfônica na música de cinema: o exemplo de Bernard Herrmann
OrientadorClaudiney Rodrigues Carrasco
UniversidadeUniversidade Estadual de Campinas - Instituto de Artes, Campinas
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Música
GrauMestrado
Data de entrega2012
Data de defesa2012
Descrição físicav.1; 169 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central Unicamp
Fonterepositorio.unicamp.br
ResumoEsta pesquisa teve por finalidade demonstrar o processo pelo qual caminhou a linguagem da orquestração até sua chegada à trilha musical cinematográfica e, posteriormente, trazer à tona os processos adquiridos na música de cinema tendo a obra de Bernard Herrmann como exemplo. Ao observar a produção musical da primeira década do cinema norte americano, é possível perceber que a orquestração sinfônica do cinema é um dos frutos diretos do desenvolvimento da instrumentação e orquestração de concerto como linguagem. Para demonstrar este processo, estruturou-se uma análise cronológica das obras de compositores ligados ao contexto de produção germânico, considerado mais próximo em sua relação com a prática assumida pela música do cinema. Em um segundo momento, apresenta-se uma análise semelhante dos compositores que precedem Bernard Herrmann, considerados pilares de formação da linguagem musical no cinema. A terceira fase, por sua vez, trata da obra de Herrmann como um todo e analisa as peças compostas para Vertigo (1958) e Psycho (1960), ambas as produções dirigidas pelo cineasta Alfred Hitchcock
Observação16 páginas numeradas em romano.
Acesso eletrônicoONLINE - http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/284554




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)