logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20190427033058
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorSOUZA, Luiz Carlos Martins de
TítuloCartas para quem?: O funcionamento discursivo da "falta" no filme Central do Brasil
OrientadorSuzy Maria Lagazzi
UniversidadeUniversidade Estadual de Campinas - Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Linguística
GrauDoutorado
Data de entrega2011
Data de defesa29.02.2012
Descrição físicav.1; 231 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central Unicamp
Fonterepositorio.unicamp.br
ResumoPrezado viajante, Este bilhete lhe dá direito a uma viagem pela estrada metodológica da Análise de Discurso Materialista para que você contemple o filme em DVD ?Central do Brasil?, de Walter Salles Jr. Você passará por três estações a partir da ausência do pai como principal metáfora articuladora dos trilhos narrativos, para que você veja o entrecruzamento entre dois caminhos: o discurso religioso e o discurso psicanalítico, na estruturação do funcionamento da falta metaforizada nessa ausência, movimentando o político no social. Inicialmente você verá os mapas da viagem, circunscritos na perspectiva materialista de Análise de Discurso: a apresentação do corpus, e a indicação dos principais conceitos nele operacionalizados. Em seguida a viagem se dará em três ?estações? através do batimento sinuoso entre descrição e interpretação: na primeira estação se dá a descrição da estrutura organizacional da superfície linguageira em suas condições de produção e circulação, e a formulação narrativa da falta, lhe direcionando para o deslocamento desta em objetos discursivos. Na estação seguinte você se deterá na observação dessa falta nos dois significantes representados como sujeitos: Dora e Josué. Vendo isso, você estará apto para a próxima estação: a inscrição da falta em metáforas e metonímias discursivas: nas imagens de Santa Maria e de Jesus Cristo, em relação a Dora e a Josué, no pai e nas cartas, e noutros objetos cênicos, como um pião e um lenço, objetos discursivos visibilizados nos planos como unidades de significação pela fragmentação da montagem do filme. Esperamos que você perceba que o Cristianismo intervém na superfície textual e discursiva, como também a Psicanálise, no tratamento dado às constelações familiares, à Metáfora Paterna, à lettre lacaniana (carta, letra, significante) e às projeções entre Dora e Josué. Não se assuste: há um embate do sujeito com o Real, em derivas e deslocamentos em torno de posições de sujeito. Entenda conosco quais processos discursivos estão em jogo nessa viagem, tomando a falta como um gesto estruturante do político nas relações sociais. Na chegada possível, você verá que os sentidos são possíveis pela relação e determinação entre o Real da história, o Real da linguagem e o Real do inconsciente, de forma que as condições sócio-históricas são constitutivas das significações do texto. Agradecemos sua preferência. Boa viagem.
Observação17 páginas numeradas em romano.
Acesso eletrônicoONLINE - http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/268941




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)