logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20181107054800
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorGONÇALVES, Maurício Reinaldo
TítuloCinema brasileiro e identidade nacional: discurso e construção (1898-1969)
OrientadorMarco Antonio Guerra
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Escola de Comunicações e Artes, São Paulo
Abragência do estudo1898-1969
GrauDoutorado
Data de entrega2005
Data de defesa31.03.2005
Descrição físicav.1; 205 f.
DisponibilidadeBiblioteca ECA
FilmografiaFilmografia (p.195-205)
Fontededalus.usp.br
PublicaçãoGONÇALVES, Maurício R. Cinema e identidade nacional: 1898-1969. São Paulo, LCTE Editora, 2011.
ResumoEsta tese discute a representação da identidade nacional na produção cinematográfica brasileira nos seus primeiros setenta anos de existência, desde a chegada ao Brasil da primeira câmera de filmar, em 1898, aos anos de chumbo da ditadura militar nos anos sessenta e setenta. Observa como os discursos identitários foram se formando no decorrer desse período histórico e como o cinema participou dessa formação, refletindo, de várias maneiras, o pensamento da sociedade sobre sua identidade enquanto nação e contribuindo, dialeticamente, para a construção desse pensamento. Resgata a função do Estado, das classes sociais, dos artistas e intelectuais na construção, no cinema e fora dele, desses discursos identitários, e como idéias como modernidade, nacionalismo, educação, desenvolvimento, liberdade e revolução perpassaram, nas diferentes épocas, os discursos formulados sobre o Brasil e sua gente. Observa também a variedade de posturas dos inúmeros realizadores cinematográficos que atuaram nesse período, no Brasil, diante do tema da identidade nacional e da caracterização do que é ser brasileiro, variedade essa que correspondeu, em grande parte, aos momentos e contextos históricos aos quais os filmes pertenceram.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)