logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20181029081305
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorALVES, Elder Patrick Maia
TítuloA configuração moderna do sertão
OrientadorMaria Angélica Brasil Gonçalves Madeira
UniversidadeUniversidade de Brasília - Instituto de Ciências Sociais, Brasília
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Sociologia
GrauMestrado
Data de entrega2004
Data de defesa01.12.2004
Descrição físicav.1; 149 f.
DisponibilidadeBiblioteca Central UnB
Fonteunb.br / capes.gov.br
ResumoO tema desse trabalho é a formação sócio-histórica de um sentido sociológico inscrito no processo de modernização nacional - o sertão. Em sua investigação, necessária para se apreender a longo prazo as interfaces contemporâneas entre cultura e desenvolvimento econômico, dois temas paralelos surgem: a importância sociológica dos bens de consumo simbólicos, no caso específico desse trabalho a literatura e o cinema, e, por conseguinte, o papel desempenhado por seus produtores e realizadores, os intelectuais e artistas nacionais. Em face disso, o objetivo central desse trabalho é mostrar como, primeiro, o sertão faz parte do longo processo de formação da auto-imagem e do pertencimento nacional-brasileiro; segundo, que, através das vicissitudes do processo de modernização nacional, no qual o processo de significação do sertão se acha imiscuído, o sentido etimológico de sertão foi deslocado para um conteúdo especificamente simbólico-cultural, e nesse movimento se converteu em um monopólio de sentido. O que permite inferir que o sentido de sertão, tal qual o conhecemos hoje através dos registros sócio-culturais de identificação, é resultado das contingências do processo de modernização nacional, desde sua gênese nos fins do século XIX e início do século XX até os contemporâneos núcleos de produção de sentido em âmbito global.
ObservaçãoTambém aparece com 59 p.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)