logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20180628071350
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorISAU, Manoel
TítuloAs escolas sob regime de internato e o sistema salesiano de educação no Brasil
OrientadorNelson Piletti
UniversidadeUniversidade de São Paulo - Faculdade de Educação, São Paulo
Abragência do estudo1903-1962
GrauDoutorado
Data de entrega1999
Data de defesa23.09.1999
Descrição físicav.1; 492 f.
DisponibilidadeBiblioteca FE
Fontededalus,usp.br
ResumoO presente trabalho tem por objetivo traçar a história da aplicação do Sistema Salesiano de Educação (chamado comumente Sistema Preventivo) em três internatos de São Paulo. Examinada a situação histórica precedente dos internatos na sociedade brasileira e na literatura nacional, passamos ao enfoque teórico, ou seja, ao sistema educacional idealizado e executado por Dom Bosco no Piemonte (Itália), que serviu de modelo para a Congregação Salesiana na Itália e para o mundo em que a Congregação se envolveu em sua obra educativa. Isso posto, estudamos o comportamento do modelo transplantado para o Brasil, especificamente em três internatos paulistas, em três regiões distintas, atraindo clientela até dos Estados vizinhos, de 1883 a 1975. O estudo não discutiu o sistema educativo, ou seja, o seu mérito, mas historiou a aplicação de alguns instrumentos mais significativos: estrutura administrativa e regulamentar, as práticas religiosas e associativas, recreativas, desportivas e também militares, culturais (música, teatro, cinema, atividades literárias) e, finalmente, práticas disciplinares e avaliativas. Encerra o trabalho uma avaliação feita pelos ex-alunos internos sobre alguns aspectos da prática do Sistema Salesiano de Educação. Notou-se que a adaptação do Sistema Salesiano de Educação às condições sócio-culturais-religiosas brasileiras sofreu contínua tensão no que diz respeito à aplicação de alguns de seus instrumentos (p.ex., saídas, férias, missa diária, cinema, reclusão quase absoluta dos alunos, algumas medidas disciplinares). Em momento algum, porém, conseguimos detectar contestação formal aos ideias propostos pelo modelo, apesar de exigir desvelo supremo para sua realização. Na prática, o sistema sofreu baixas, uma vez que diversos agentes não conseguiram eliminar os castigos físicos (proibidos terminantemente em seu projeto). Esta falha não parece ter prejudicado o trabalho educacional proposto, o que se explica, pelo menos, pela sua significativa demanda (internatos numerosos) e pelas respostas dos antigos alunos internos, que o adotaram até na sua vida real, colocando seus filhos em escolas salesianas.
ObservaçãoNo cap.IX (p 321-38) encontra-se a maior parte das referências ao cinema brasileiro começando em 1903, com as primeiras sessões de cinema no Liceu Coração de Jesus, de São Paulo.




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)