logo

Termo(s) de pesquisa:
ID_TE20180326094552
Registros encontrados:
página 1 de 1


1 / 1
Selecionar
Imprimir
AutorTRAVASSOS, Milena de Lima
TítuloAlegorias e imagens no cinema de Andrei Tarkovski
OrientadorMaurício Lissovsky
UniversidadeUniversidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Comunicação, Rio de Janeiro, 2014
Instituição/ProgramaPrograma de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura
GrauDoutorado
Data de entrega2014
Data de defesa2014
Descrição físicav.1; 168 f.; Ilustrado com imagens dos filmes analisados.
DisponibilidadeBiblioteca ECO
Fonteminerva.ufrj.br
Resumo Por meio do conceito de alegoria, teorizado pelo filósofo alemão Walter Benjamin, o cinema do diretor russo Andrei Tarkovski, especificamente nos filmes O Espelho, Stalker, Nostalgia e O Sacrifício, é “lido” em uma tradução criativa em constante movimento, em que se destacam as noções de memória, percurso, aura-alegoria e redenção. Paradigma de uma linguagem a interromper o silêncio de coisas mudas. Nela as palavras buscaram garantir a “beleza” do objeto que nos retribuiu o olhar, em uma tradução dotada de discurso e pensamento – tradução teórica e alegórica. Essa forma de abordagem fez dessa pesquisa uma junção de pensamento, criação e escrita. Ato de resistência – em parentesco próximo com o fazer arte – que não repetiu, nem simplificou os objetos e as ideias surgidas nesse encontro. As questões que sempre preocuparam o diretor, como o afastamento do homem em relação à natureza, as relações extras sensíveis, a condição do homem diante do mundo moderno e do progresso, dão-se a ver em seus filmes, menos de forma explicita, mas enquanto rastros transformados em imagens e sons. Neste exercício de leitura, em que razão, impressão e fascinação crítica figuram lado a lado, a obra dos teóricos Giorgio Agamben, Georges Didi-Huberman e Gilles Deleuze somaram-se a Walter Benjamin foram essenciais.
Acesso eletrônicoONLINE - http://objdig.ufrj.br/30/teses/831061.pdf




página 1 de 1

Banco de teses sobre Cinema Brasileiro

   
   
Todas as palavras (AND)    Qualquer palavra (OR)